Amadureci com o passar dos (D)anos.

Escrito por Jéssica Pellegrini, colunista do Sábias Palavras.

O que seria nos tornarmos uma pessoa madura?

Existe uma enorme diferença entre ser adulto e ter maturidade.

O que seria o amadurecimento? Amadurecer não significa crescer em tamanho, muito menos somar aniversários, nem mesmo ser jovem ou idoso. Não tem nada a ver com questão de idade. Amadurecer é aprender e crescer mentalmente, emocionalmente. Ser maduro é ter a capacidade de entender e não desistir, de insistir e persistir. Nessa fase de amadurecimento, é necessário sabermos nos inspirar e sermos também a inspiração. É preciso enfrentarmos seja lá o que for e buscarmos uma solução para qualquer problema, parar de fugir e tentar se esconder de crises. É necessário enfrentar, resolver, clarear os fatos, apaziguar as situações. É preciso tomarmos decisões profundas e definitivas em nossas vidas. Isso é um passo difícil, porém, importante e duradouro.

Uma pessoa madura jamais deixará de ser madura. Uma pessoa madura possui bagagens e experiências suficientes para compreender que já não é mais uma criança indefesa, consegue ter consciência para analisar que a fase fácil já se foi e que daqui para frente, as dificuldades só tendem a aumentarem o grau de complexidade. Muitas lutas sempre estarão no caminho. Entre os componentes primordiais para enfrentar de peito aberto, estão eles: lutar, ter fé e nunca recuar. Amadurecer são variados acontecimentos e inúmeras experiências. Claro que existe uma “fase de amadurecer”, é exatamente nesse momento que algumas pessoas permanecem por um longo período de suas vidas.

Amadurecimento também refere-se ao estilo de vida, educação e respeito. Alguns, nomeiam o amadurecimento de crescimento. Porém, existe uma grande diferença entre crescer e amadurecer. Não é simples amadurecer, é necessário termos compromisso de nos tornarmos responsáveis, pensarmos no próprio umbigo e no futuro que estamos buscamos. Deixando claro que “pensarmos em nós mesmos”, tem uma grande distância entre querer o próprio bem e tornar-se egoísta. Fiquemos atentos com essa diferença crucial. Nos conscientizamos, então, que ajudar as pessoas ao nosso redor, nos faz crescer com elas. Mesmo que elas fiquem para trás, se fizermos um pacto, deveremos manter e cumprir a promessa até o final. Amadurecer é um grande desafio e não existe o momento certo. Quando esse momento chegar, você saberá. Não existem segredos.

Devemos deixar crescer a criança que existe em nós, mas não muito rápido. Sem pressa. A vida continua, temos muito tempo ainda para viver, para amadurecer. Percebemos uma hora, que a forma como enxergamos o mundo não é a mais cabível com a realidade. Que as situações mudaram e as necessidades, estão irreconhecíveis. Que as palavras e ações devem ser medidas, pensadas cuidadosamente e não tratadas de forma drástica. O mundo não fica esperando nos acostumarmos com esse negócio de ser maduro, ou não. A vida simplesmente exige de nós o amadurecimento e, querendo ou não, é assim a ordem cronológica dos fatos.

Siga em frente, escute o seu coração e faça silêncio quando necessário. Essa infantilidade e insegurança foi apenas mais um capítulo que, de agora em diante, permanecerá no passado. Não pare de remar, apenas mude a contramão das águas. Amadurecer é, na verdade, pararmos de tentar entender. Aceitarmos, de uma vez por todas, que algumas perguntas não têm respostas, que o tempo é inexorável. E o que nos resta, é vivermos um dia de cada vez, como se acreditássemos, verdadeiramente, que o amanhã poderá não chegar mais. Que finalmente, todos entrem no barco das emoções e oportunidades para que ninguém fique a ver navios.

Afinal, o melhor ainda está por vir. Faça acontecer do seu jeito.

TEXTO DEJéssica Pellegrini
COMPARTILHAR




COMENTÁRIOS