Desktop

 

Obrigado pelos genes compatíveis, pelas características excêntricas que eu só podia ter herdado de você, por ter ficado com os olhos questionadores, o bom gosto e o ar sonhador que te lembram tua juventude.

Agradeço pelas noites mal dormidas, por participar da criação de tantos filhos e não abandonar o barco nem a companheira. Pelos anos de dedicação e trabalho priorizando sempre nossa educação. Obrigado por ter construído uma família feliz, apesar de tudo, e abastecida com teus ensinamentos austeros, cordiais e condescendentes. Obrigado por ter escolhido a mãe certa para uma grande família e principalmente por fazê-la feliz por tanto tempo.
Obrigado por ainda me ensinar a dar nó em gravata, por ainda me alertar sobre  a vida e os perigos do mundo, por ainda lutar pelo que acredita e me influenciar para isso. Obrigado pelas lições diárias de honestidade e caráter.
Obrigado por nos ensinar Deus e a verdade Dele, pelos preceitos e valores transmitidos, pela conduta correta e por sempre frisar que é possível vencer sem tomar o que é dos outros, sem pisar em ninguém. Obrigado pelas maluquices que diz, pelo ar engraçado e pela sinceridade com que trata o mundo.
Enfim, obrigado por todos os obrigados contidos nesse texto, porque em uma geração tão corrompida e onde o parricídio se tronou prática quase comum, eu estou aqui te agradecendo pela criação a moda antiga que fez toda diferença hoje em dia.
COMPARTILHAR


RECOMENDAMOS