A pessoa certa na hora errada

São muitas as pessoas que desejam encontrar um grande amor, mas continuam sozinhas. Simplesmente não encontram a quem amar. E fico me questionando: não encontram ou não percebem que alguém especial cruzou o seu caminho? Estavam em outro momento da vida quando conheceram uma pessoa bacana? Ou resolveram não ir adiante com um relacionamento que estava prestes a surgir?

Com a quantidade de gente que se diz cansada de relacionamentos vazios e sexo sem compromisso, será que realmente não existe a “pessoa certa na hora errada”? Sempre duvidei disso acreditando que quando desejamos algo verdadeiramente damos um jeito de fazer com que tudo dê certo. O amadurecimento, no entanto, abre meus olhos para a possibilidade de existir um descompasso entre o que desejamos e o momento em que isso acontece.

Por inúmeras razões, em alguns momentos da vida não estamos dispostos a assumir um compromisso. Terminado um relacionamento, por exemplo, geralmente as pessoas não estão abertas a um novo amor. Sair com os amigos, viajar, andar sem ter que dar satisfação para ninguém pode ser mais relevante do que arriscar a sofrer novamente. E, entre um programa e outro, surge uma pessoa especial que não recebe a devida atenção. Ou você é a pessoa especial ignorada pelo outro.

Como nada é fácil nesta vida, pode ser que pessoas incríveis surjam em momentos indigestos, como uma perda, um problema familiar, uma mudança não planejada da vida, fazendo com que o desejo de viver a vida sem pensar nas consequências impeça a construção de um laço duradouro com alguém. O que é até bom, pois ninguém merece ser envolvido nos problemas alheios.

O amor da sua vida pode ser o colega de turma. O cara do trabalho. O vizinho do condomínio. O amigo de um familiar. O cara da mesa ao lado no bar. O amor está em toda parte, mas não está disponível para os distraídos, que desejam que tudo aconteça no tempo certo – no seu tempo – e não se permitem olhar para os lados.

Já vi também muitas pessoas dizendo que querem amar, mas na hora que sentem o coração bater mais forte se fecham em si mesmas, inventam mil desculpas e não se permitem viver uma nova história.  Temem sofrer novamente e deixam o que poderia ser o amor de sua vida seguir em frente. E o amor, coitadinho, mais uma vez escorre por entre os seus dedos.

Então, se você tem a quem amar, aproveite o momento. Agradeça ao universo por ter apresentado uma pessoa que você desejou que fizesse parte da sua vida no mesmo momento em que ela desejou também. Isso é coisa rara. É um presente. É para poucos.

Para quem, independente do motivo, ainda não encontrou um amor eu tenho uma certeza: o universo nunca desiste de nós e se isso for realmente importante para sua vida irá acontecer. Cedo ou tarde. Mas não na hora em que você deseja. Portanto, não esteja distraído. E se o coração bater mais forte, pergunte a ele se não vale insistir. Pode ser o amor de sua vida, ainda que na hora errada.

FONTEAmor Crônico
TEXTO DEGisseli Rodrigues
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS