A paixão é cega, o amor não!

Muito se fala sobre paixão e amor. Dia desses vi uma frase dizendo que nós só nos apaixonamos por quem não conhecemos. Isso é a mais pura verdade, nós só conseguimos nos apaixonar porque vemos em alguém semelhança conosco, vemos o quão parecidos somos, e como poderíamos fazer coisas maravilhosas juntos. É claro que a paixão nos possibilita descobrir o que há de melhor no outro, mas também nos limita a enxergar apenas o que agrada os olhos.

O amor faz o oposto. Ele nos deixa lúcidos e nos faz ver a pessoa como ela realmente é. Quando amamos e somos amados podemos nos despir de corpo e alma, sem vergonha de mostrarmos e vermos o que talvez possa não agradar tanto assim. Embora saibamos enumerar todos os defeitos e fraquezas do outro, quando amamos, isso só ajuda a fortalecer mais ainda o relacionamento.

Digo isto porque não há coisa mais maravilhosa do que poder ser você mesmo com quem você ama. Imagine só que terrível viver em uma casa com alguém que não pode descobrir que você é apaixonado por gibi ou que não pode nem sonhar em saber que você acha um porre a mania dela de valorizar tanto coisas materiais. Prefiro muito mais a verdade nua e crua de saber com quem durmo todas as noites do que viver com alguém que tenta se esconder atrás de alguém perfeito.

A paixão deixa tudo lindo, o amor deixa tudo verdadeiro.

Admiro muito isto nos apaixonados, eles tem a maestria de serem pessoas perfeitas, de enxergarem o lado lindo de tudo e de viverem suspirando a toa por aí. Mas opto pelo amor, que me faz querer ser melhor a cada dia, que me faz enxergar nossos aprendizados juntos mesmo quando está tudo ruim e que me faz suspirar por saber que ele me espera em casa com um abraço quentinho.

Ao amor, devo toda a minha gratidão, pois depois que o conheci, tenho meus pés no chão, sei que sou e quem ele é, e juntos podemos almejar tudo de mais real que existe para nossas vidas.

FONTECasal do Blog
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS