A beleza que poucos conseguem ver

Algumas pessoas são atraídas pelo “talvez”.

“Talvez a gente saia na sexta-feira a noite”.

Alguns acham que o outro tem que ser difícil

ou um desafio.

Eu nunca entendi isso.

Por que fazer um esforço

para convencer alguém a sair com você?

Pare o que está fazendo

e pense por um momento no que você está querendo.

O talvez parece inteligente e excitante

para as pessoas que fazem do relacionamento

um jogo constante.

Você acha isso interessante?

Sair com alguém

que no outro dia vai ignorar sua mensagem?

Se você tem que se perguntar,

então fica mais fácil a sua resposta.

Saia dessa, agora.

Para algumas pessoas

a conquista só serve para elevar o ego e a auto estima.

Um troféu para exibir aos amigos

e a família.

É nesse amor que você acredita?

Que você precisa seguir regras

e atender a um conjunto de instruções?

Vocês só podem se ver na esquina.

Ele te trata bem quando estão sozinhos

mas ao lado dos amigos

te trata como uma desconhecida.

O que isso significa?

É esse tipo de pergunta

que você quer fazer todos os dias?

Você liga para a pessoa,

ela olha seu nome na agenda

e atende com aquela voz de preguiça e diz:

“A gente marca qualquer dia”.

Você continua na linha

e a outra pessoa aliviada desliga.

Deixe-me perguntar algo novo.

Onde está sua auto-estima?

Enquanto você continuar passiva

ela vai permanecer perdida.

Levante-se e me diga.

É isso que você quer para a sua vida?

Se for, tudo bem.

Eu tenho um outro ponto de vista.

Eu não me apaixono pelo “talvez”.

Ele sempre tem alguma coisa

mais importante para fazer.

E nunca tem algo para dizer.

Eu realmente nunca achei o “talvez” atraente.

Sempre foi o “sim”

que fez meu coração bater

e minha perna tremer.

Sempre foi o “sim”

que ofereceu algo bonito o suficiente

para inspirar meu coração

a enfrentar um mundo cheio de “nãos”.

É muito claro pra mim

o amor começa pelo “sim”.

E se você sente isso também

vamos combinar o seguinte daqui pra frente.

Você não tem que ser

o que o outro quer ver.

Você não tem que ser

o talvez de ninguém.

Tenha coragem de ir além.

Sabe porque?

Tem muito mais em você

do que os olhos podem ver.

COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS