7 segredos para saber como perder a timidez

Abaixo eu vou te mostrar detalhadamente como perder a timidez de uma vez por todas com 7 segredos/dicas que eu considero que foram primordiais para eu perder a minha timidez. Preste atenção.
Nos últimos dias eu estava na faculdade conversando com um amigo quando ele me disse que era muito tímido e perguntou o que poderia fazer para superar a timidez. Expliquei pra ele algumas coisas que achava ser importante para quem quer ter mais desenvoltura para se comunicar e expliquei que existem os mais variados casos em que uma pessoa pode apresentar a timidez.

Eu também já fui muito tímido e não sabia como perder a timidez, mas nos dias atuais isto não é mais assim, pois, apesar de em alguns casos preferir não me manifestar, hoje em dia não tenho problema algum para falar em público para uma grande plateia.

Quando ele me propôs conversar sobre o assunto “timidez” eu logo pensei: “Por que não fazer uma postagem com algumas dicas que ajudem as pessoas que passam pela mesma dificuldade do meu amigo?”. O texto seguinte é o resumo de tudo que tive de aprender para superar a timidez e perdê-la de uma vez por todas.

Como perder a timidez – Os 3 maiores casos de timidez

A timidez acontece quando temos medo de nos expor a certas situações que podem gerar constrangimentos.

Caso 1 – Dizer para alguém que está afim: Esta situação nos põe o receio de sermos rejeitados e passarmos vergonha diante daquela pessoa que gostamos. Muitos homens tem medo de chegar numa garota e falar que gostaria de ter algo com ela e o mesmo se dá com muitas mulheres.

Caso 2 – Falar em público: Quando alguém fica na frente de varias pessoas a possibilidade de sentir-se tímido é muito grande, pois você se põe no centro das atenções e passa a ter maior probabilidade de sofrer constrangimento na frente de muita gente, o que para muitos é uma dificuldade enorme e é o motivo do porquê muita gente está neste exato momento querendo fortemente saber como perder a timidez.

Caso 3 – Medo de expressar opiniões: Também acontece que muitas pessoas são tímidas para dar suas opiniões na frente das outras, pois o receio de ser constrangido por falar alguma besteira acaba travando o cérebro do tímido e impedindo-o de desenvolver qualquer tipo de assunto.

Agora que já identificamos os casos que acontece para que haja timidez, vamos as dicas para superar este problema.

1 – Entenda que o primeiro passo é seu.

A pessoa tem que admitir para si mesma que este é um problema a ser superado. Ninguém consegue saber como perder a timidez se essa pessoa não admite que isso a está atrapalhando de alguma forma. Primeiro a pessoa tem que querer deixar a timidez de lado, pois se ela não quiser nenhuma mudança acontecerá e, em muitos casos, a pessoa passa por invisível para as outras pessoas e isso é um problema grande. Veja bem, não estou falando aqui que ser tímido é algo mau ou ruim e sim que a atitude de timidez pode causar problemas para a vida pessoal. Uma pessoa pode ser mais recatada em muitos aspectos, pois é sua personalidade, mas ela tem que entender que existem casos e casos e, em muitas situações, é necessário deixar a timidez de lado para poder se impor e conseguir ser ouvido e ter algum destaque no meio social.

2 – O mapa não é o território.

Existe uma premissa da programação neurolinguistica (PNL) que diz que o mapa não é território. Se vocês ainda não ouviram falar, vão entender agora.

Quando o Brasil começou a ser colonizado ele foi dividido em 13 capitanias de norte a sul e era assim que você via o mapa naquela época. Hoje em dia você vê o Brasil divido em 27 estados incluindo o distrito federal e é assim que os mapas atuais são mostrados. Porém o tamanho do Brasil é o mesmo de antes, a área de cobertura brasileira é a mesma, o território nacional ainda continua como antes. O que quero dizer com isso é que o que mudou foi a forma de ver o país no mapa e não o território brasileiro propriamente dito.

Para saber como perder a timidez, é assim que o tímido tem que entender a situação que ele passa: Como um mapa. Ele será a mesma pessoa (território), mas pode mudar a forma de ver as coisas (mapa). Fui claro?

Uma pessoa tímida vê a situação possivelmente constrangedora com medo, enquanto uma pessoa confiante vê a situação como um desafio ou oportunidade.

3 – A primeira atitude é a mais importante de todas.

João, um rapaz muito tímido, estava sentado na sala de aula quando o professor começou a pergunta as coisas para a turma. João tinha todas as ideias para responder as perguntas do professor, mas não conseguia levantar a mão para tomar a posse do assunto por receio de falar alguma coisa errada e virar alvo de risos dos colegas. Mas num súbito de coragem extrema ele falou: – Professor!!! Posso falar?

Essa foi a atitude mais difícil de ser tomada por João, mas depois que o professor olhou pra ele e disse: – Pode. Ele começou a falar e, ao perceber que as pessoas o ouviam, conseguiu expressar tudo que tinha pra dizer.

Essa primeira atitude do João de querer falar, torna as outras muito mais fáceis de serem executadas. O problema é que o tímido tem essa dificuldade de tomar a primeira atitude e sempre acabam deixando a oportunidade passar e deixando de serem ouvidos. Portanto, se você quer realmente ter como perder a timidez, tome uma atitude inicial.

A mesma coisa acontece quando uma pessoa tímida quer conhecer alguém. Ela pode ficar dias, meses, anos querendo falar com aquela pessoa e não conseguir dizer uma só palavra. Mas quando ela consegue dizer um simples “oi”, e a outra responde também com um “olá”, todas as seguintes interações serão muito menos vergonhosas e mais fáceis.

Por isso a necessidade de tomar a primeira atitude, pois todas as outras vem mais naturalmente e desacompanhadas da timidez exagerada.

4 – A prática acaba com a timidez e leva à perfeição.

Lembro a primeira vez que fui convidado a dar aula, eu tinha 16 anos e era aluno de um cursinho denominado “Cursos Professor Carlos Diniz”, devo muito a esse professor de matemática que me ajudou a superar varias coisas, embora ele não saiba exatamente disso. Certo dia ele ia dar uma aula de Geometria plana, assunto esse que eu me destacava de maneira louvável, mas ele ia se atrasar vinte minutos e ligou pedindo para a secretária me chamar e dizer pra eu dar a aula até ele chegar. Quando eu soube tremi na base, fiquei com medo pensando: “Como eu ia dar uma aula para mais de 100 pessoas sendo que eu era somente um aluno como eles?”. O medo de falar em publico me travou. Tomei coragem e fui lá na frente da turma do cursinho e disse: “Gente, o Carlos vai se atrasar e pediu pra eu dar a aula até ele chegar, mas eu não tenho a menor condição de fazer isso porque to morrendo de vergonha de vocês”. Hoje me pergunto se precisava de mais coragem pra dar a aula ou pra dizer isso, mas ainda não entendo. Quando eu disse isso o irmão do professor chegou comigo e falou: “Você vai ser um bom professor no futuro”. Até agora eu também não entendi porque ele disse isso, mas creio que foi porque ele viu que lá na frente eu saberia como perder a timidez que me assolava.

Minha primeira aula que dei foi de física, passei a tarde toda estudando para preparar o material e explicar as coisas da melhor maneira possível. Eu e alguns amigos tínhamos combinado que seria coisa simples, iam participar no máximo de 5 a 10 pessoas da aula. Mas quando o cursinho inteiro ficou sabendo que eu ia da uma aula de física para os amigos, todo mundo resolveu aparecer e a sala, com capacidade para mais de 100 pessoas, ficou quase toda cheia. Mais uma vez tremi na base. E não foi só no sentido literal eu tremi mesmo e, lá no fundo eu escutava o pessoal dizendo: “Olha só, ele ta tremendo”. E isso só piorou o que eu tava sentindo.

Porém hoje em dia já dei muitas aulas, já falei para mais de 10.000 pessoas. Já ensinei pessoas novas e pessoas mais velhas. Trabalhava vendendo um cd-rom para estudantes e tinha que fala para mais de 500 pessoas todo dia. De tanto falar em público, hoje não sinto medo e não tremo mais.

É verdade que sempre bate o nervosismo inicial, mas logo passa quando o assunto se desenvolve. Perdi essa timidez única e exclusivamente na prática.

O mesmo se dá para aqueles que tem dificuldade de chegar em uma mulher que gostam muito. Se ele resolver fazer isso todo dia, vai se tornar normal e a vergonha acaba. Se uma pessoa tem vergonha de expor sua opinião na frente dos outros, mas ficar exposta a situações onde sua opinião é extremamente necessária, vai se acostumar e perder o receio. Posso dizer que essa é uma dica forte para ter como perder a timidez rápidamente.

A prática acaba com a timidez.

5 – É preciso entender que todos passam por situações de constrangimento várias vezes na vida.

O tímido não será a primeira pessoa a se sentir constrangido na frente de alguém e também não será a ultima. Quando a pessoa que tem timidez entende isso de maneira concreta, fica mais fácil aceitar que isto é normal e aceitar que as vezes isso pode acontecer, mas não significa razão para temer nenhuma situação.

6 – Gere em si auto-confiança.

A melhor maneira de conquistar algo, independente do que seja, é acreditar em si mesmo. Confiar na nossa própria capacidade elimina vários medos, inclusive a timidez exagerada.

7 – Leia, leia bastante.

Uma coisa que aprendi sobre se expressar é que quanto mais se tem conhecimento sobre vários assuntos, mas se quer mostrar ele para as outras pessoas. Quando lemos com frequência bombardeamos nossa cabeça de ideias novas querendo sair para que o mundo saiba. Adotei a prática de ler um livro seguido do outro e assim estou sempre cheio de ideias para serem discutidas. Muitas das postagens aqui do meu blog sobre relacionamento vem das ideias que adquiri em livros dos mais variados tipos, principalmente de livros sobre relacionamentos. Quem lê também gera confiança em si e tem propriedade para falar de muitas coisas, perdendo assim a vergonha de se expor, sabendo assim como acabar com a timidez.

Quem lê fica velho e não perde a consciência, treina o cérebro diariamente para coisas complicadas, se destaca com sua personalidade, tem facilidade para lhe dar com pessoas, tem sempre assunto para discutir e tem um mundo novo dentro da própria cabeça.

Eu leio quando estou no ônibus, é quando tenho tempo. Leio umas 2 horas por dia (1 hora pra ir para faculdade e outra pra voltar pra casa). Mas creio que 15 minutos do seu tempo diário sejam necessários para começar a entender as vantagens de uma boa leitura frequente.

Conclusão

Embora a timidez não seja algo recriminável, pode causar muitos problemas para as pessoas tímidas, pois passam por invisíveis e não recebem destaque dos que estão em volta. Mas todas as dicas acima podem dar uma luz para entender que caminho seguir para ser alguém mais “visível”.

TEXTO DEAlan Ribeiro
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS