6 tipos de cara pelos quais você não deve se apaixonar (de jeito nenhum)

Sofrer por amor faz parte das coisas inevitáveis da vida (#quemnunca?). Mas insistir em uma relação à la tragédia anunciada não, por favor. Analisamos aqui os perfis de parceiros a evitar pelo bem do seu ♥. Trombou com um deles? Fuja. Ou pelo menos tente.

1. O tipo Cometa Halley

Características: engraçado e carismático
Habitat: todo e qualquer lugar (desde que rodeado por muitos amigos)

Os dates foram incríveis e você finalmente acreditou no amanhã. De repente, ele some. Nenhuma ligação ou mensagem. Alguns meses depois, o bonito dá o ar da graça como se nada tivesse acontecido. Os indivíduos Homo cafajestis do tipo Cometa Halley geralmente aproveitam uma deixa (uma foto no Instagram com as hashtags #solteirasim #sozinhanunca, por exemplo) para, sutilmente, perguntar como você está. Você, inocente, dá corda e o ciclo recomeça. O destino? Viver esperando por mais uma aparição flash, enquanto suas amigas preparam verdadeiras intervenções para te impedir de mandar mensagens para o seu paquera-turista.

image

2. Mamma’s boy

Características: patologicamente mimado
Habitat: colo da mamãe

Não adianta. Não há nada que você possa fazer para se tornar a mulher número 1 da vida dele. Ela sempre virá antes, meu bem. O tipo Mamma’s boy é diferente do cara família (que a gente tanto curte). Além de você ter de fazer o papel de mãe/babá, ainda ganha de brinde uma sogra bem ciumenta, cujo lema é “Não existe no mundo garota boa o suficiente para o meu filhão”. Nem mesmo se fosse um clone dela. Você, que não desiste fácil, ignora as variáveis negativas e vai tocando o relacionamento. Até perceber que entrou numa Guerra Fria perdida.

image

3. O comprometido

Características: persuasivo, com traços de indecisão crônica e egoísmo
Habitat: com a namorada oficial, cinema ou restaurante francês. Com você, motel, bar e balada

O Homo cafajestis do tipo comprometido é dos mais perigosos. Ele é egoísta, amiga, e sofre de uma síndrome de insatisfação crônica muito comum e irritante. Você acha que pode mudá-lo (“É uma questão de tempo até ele desistir da oficial e blá, blá, blá). Mas ficar no meio de campo tem apenas uma leitura: ele não que abrir mão nem dela, nem de você. Oi?

image

4. O tipo “Ainda não estou pronto”

Características: imaturo
Habitat: quarto com videogame, bares e baladas “com muitas minas”

A melhor companhia para os caras do tipo “Ainda não estou pronto” é o videogame. Depois, os bróders. Em seguida, o cachorro que está na família há anos. Ah é, e você, claro. Quando confrontados sobre a possibilidade de um relacionamento sério, eles jogam a carta da insegurança e a licença poética da imaturidade masculina: “Eu ainda não estou pronto para me comprometer assim. Acho que eu só vou te machucar”. Ops, já machucou.

image

5. O professor

Características: irônico, arrogante e pedante
Habitat: cinemas cult, galerias de arte e degustações de vinho

Não, não é o seu professor crush da faculdade. Estamos falando do pseudo-intelectual que frequenta espaços alternativos com meia dúzia de outros pseudo-intelectuais. Gosta de vinho e cerveja gourmet. Com ele, você vai experimentar fusion food, saber as últimas da nova cena do cinema israelense e conhecer artistas que vão bombar no mercado em breve. E o mundinho dele te conquista. Mas, amiga, perceba: o tipo professor não dá a mínima para as suas opiniões. Aliás, ele já deixou você terminar uma frase?

image

6. Rato de academia

Características: porte físico avantajado, monotemático e vaidoso
Habitat natural: academias, lojas de suplemento e restaurantes por quilo light

Ele assina revistas fitness masculinas, segue a rotina do frango grelhado + batata doce e, claro, faz selfies no espelho da academia. O grande obstáculo para o relacionamento com um cara desse tipo? Ter de se submeter a uma rotina que não é a sua ou ser criticada pelo seu estilo de vida. Afinal, nem uma pizza no fim de semana pode? Para o rato de academia que a gente quer evitar, não.

image
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS