25 fotos de mulheres que nos surpreendem

Estas mulheres mudaram o mundo e mostraram que não só os homens que podem realizar feitos heróicos. Alguns dizem que elas são o “sexo frágil”, mas a verdade está longe disso. As mulheres merecem admiração, respeito e amor.

Uma mulher muçulmana com sua hijab esconde a estrela amarela de seu vizinho judeu para protegê-lo contra aqueles que os perseguiam. Sarajevo, Antiga Iugoslávia, 1941

 

Maud Wagner – A primeira tatuadora dos EUA, 1907

Sarla Thakral, a primeira mulher a receber uma licença de piloto na Índia. Na foto ela tem 21 anos, em 1936.

 

Kathrine Switzer foi a primeira mulher a correr na Maratona de Boston, embora os organizadores tentaram pará-la

Mulheres afegãs em uma loja de discos em Cabul, antes da chegada do regime talibã no Afeganistão, 1950

 

Annette Kellerman posa em trajes de banho no qual ela foi presa por indecência em 1907

Retrato de uma mulher samurai educada em artes marciais. Final dos anos 1800

Leone N. King, primeira mulher a ser controladora de tráfego, Washington, 1918

Valentina Tereshkova, a primeira mulher no espaço

Anna Lee Fisher. A primeira mãe no espaço, 1980

Mulheres boxeando em um telhado. Los Angeles, 1933

Mulher sueca sobrevivente à humilhação dos campos de concentração golpeia um neo-nazista. 1985.

Marina Ginestà. Jornalista, intérprete e militante francesa. Nesta foto ela tem 17 anos e foi tirada em Barcelona durante a Guerra Civil Espanhola, 1936

Mulheres defendendo uma base contra ataques alemãs na Segunda Guerra

Ellen O’Neal, uma das primeiras mulheres a andar de skate profissionalmente em 1976

A piloto Amelia Earhart depois de cruzar o Oceano Atlântico em seu avião, 1928

Margaret Bourke-White, fotógrafa e cineasta norte-americana. Na foto está o edifício Chrysler, em Nova York, 1934

Coletora de sementes e mãe de 7 filhos durante o chamado “Dust Bowl” (seca e tempestades de poeira) na América do Norte, 1936

Mulher holandesa se recusa a deixar o marido (soldado alemão) depois que os soldados aliados o levaram como prisioneiro. Ela foi com ele para o campo ao qual ele foi levado, 1944.

Enfermeira da Cruz Vermelha escreve as últimas palavras de um soldado ferido, 1917

Duas mulheres em Toronto pela primeira vez não tampam as pernas. 1937

Mulheres afegãs estudando medicina, 1962


Trabalhadora em uma fábrica de aeronaves na Califórnia em 1944.

Nikita Klæstrup (esquerda) – Diretora da “Juventude conservadora”, uma organização política dinamarquesa.

FONTEMistérios do Mundo
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS