10 provas científicas de que amar é uma CILADA

Não era amor, era cilada. E das grandes.

 

É, leitora, já diziam os filósofos do Molejão. Pode até parecer exagero, mas os caras estavam certos, viu? A prova são esses 10 argumentos científicos que mostram que amar é uma fria, o maior caô da vida!

1. Realmente existe uma linha tênue separando o amor e o ódio

Isso significa que logo, logo você pode começar a odiar o seu amado (ou amada). Um estudo recente descobriu que os mesmos circuitos nervosos cerebrais responsáveis pelo ódio também são usados quando você está apaixonada, ou seja, basta um deslize para que todo o seu amor se transforme num sentimento, digamos, mais sombrio.

2. Cientistas comprovaram que chocolate é melhor do que amor

Pesquisas da Universidade de Cambridge comprovaram que o chocolate gera uma sensação maior de bem-estar do que o amor. Estamos surpresas? Nem um pouco.

Jake comendo chocolate

3. O amor te deixa cega, sim

Não no sentido literal, né? O amor suprime o nosso senso crítico e faz com que percamos a nossa capacidade de julgamento e bom senso. Isso explica por que sua amiga continua namorando aquele cara chato.

4. Amor eterno só existe em contos de fadas

Tudo bem, admitimos que essa partiu o nosso coração. De acordo com a psiquiatra americana Barbara Fredrickson, o amor é apenas um “pequeno momento de positividade” – ou seja, o sentimento não passa de uma troca positiva de emoções cuja duração é indeterminada.

Bruxa da Branca de Neve

“A desilusão é real”

5. É possível se viciar em amor

Você já deve ter conhecido alguém que parece se apaixonar toda semana por uma pessoa diferente. A dopamina, hormônio que produz a felicidade, é liberada quando estamos apaixonadas e vicia (tipo açúcar).

6. O amor nos torna pessoas ciumentas

E o ciúmes não é exatamente uma coisa legal de sentir.

Menina com ciúmes

7. O amor causa tédio

No começo do namoro tudo são flores, mas, depois, você começa a ficar irritada com tudo. A causa disso é a queda de adrenalina que ocorre após um longo período num relacionamento, que faz com que tudo pareça chato.

8. A monogamia pode destruir sua libido

Um artigo recentemente publicado nos Estados Unidos mostrou que a monogamia é apenas uma romantização dos relacionamentos, sem embasamento algum e que, ainda por cima, é capaz de derrubar sua libido. É, talvez o negócio seja ficar solteira mesmo…

Menina com ciúmes

9. Acredite: o amor sempre acaba mal

Estudos realizados no Texas, nos Estados Unidos, mostram que o amor e a paixão são sentimentos que vão diminuindo ao longo do tempo, mas que o apego que você tem a uma pessoa dura muito mais. É por isso que nós sempre ficamos mal quando terminamos com alguém.

10. Raios-x do cérebro comprovam que o amor nos deixa idiotas

Cientistas usaram equipamentos de raio-x para escanear o que se passa na mente dos apaixonados e descobriram que o cortex frontal do cérebro de quem ama, parte responsável pelo senso crítico, tem seu funcionamento prejudicado. Ou seja: uma pessoa apaixonada nunca saberá julgar corretamente seu parceiro (a).

Casal bobo
FONTETão Feminino
COMPARTILHAR





COMENTÁRIOS